Del Feliz lança novo disco com mensagens de positividade; “Melhor trabalho que já fiz na vida”!

MÚSICA

O cantor e compositor baiano, Del Feliz, lança, neste mês de maio, o seu mais novo trabalho. O disco “Pra compartilhar” é uma obra com 11 faixas e reúne participações de grandes nomes da música como Elba Ramalho, Adelmario Coelho, Flávio José, Tato (Falamansa), Santanna, Nando Cordel, Ton Oliveira e Alcymar Monteiro.

“Esse é o melhor trabalho que já fiz na minha vida. Ele tem uma preocupação grande com a qualidade sonora e é uma equação que eu faço da ligação com a música de Dominguinhos e Luiz Gonzaga com tudo o que está acontecendo de moderno sem desvirtuar da raiz”, disse o artista.

O disco conta com canções de experimentados compositores como o próprio Del Feliz, Roberta Campos, Allan Requião e Fábio Salvador. Para Del, a expressão certa que define o disco é essa:  “um conjunto de fatores que envolve a preocupação com a cultura, com a tradição, os elementos marcantes do forró e o novo, chegando num ponto de equilíbrio, onde a mensagem é dada”.

O artista destaca algumas músicas importantes do álbum, bem como as suas peculiaridades. O próprio nome do CD, “Pra compartilhar” já remete aos tempos atuais, onde as pessoas fazem grande uso das redes sociais, fato que o cantor chama a atenção. “Eu tenho uma preocupação séria, através da minha música, com o lado social e a música Conexão trata do distanciamento das pessoas, por causa do uso excessivo que as pessoas estão fazendo do celular e da própria rede social”, alerta.

Na canção Que Tal, de autoria do próprio Del, ele aborda uma coisa fundamental nesse momento, que é a necessidade de atentar para o coletivo, pensar no outro, ser menos egoísta, pensar menos na ostentação que virou, inclusive, um emblema para muita gente. “Tem gente que vê isso como positivo. E, com todo o respeito à diversidade, eu acho que o mundo precisa mais da simplicidade e que voltemos mais para as coisas mais leves, do amor, da parte social e menos da filantropia ostentação. É importante que façamos gestos simples, sendo educados, respeitando fila, respeitando as mulheres, as comunidades LGBT, os povos, as religiões, não como obrigação, mas como um entendimento de cada um”, completa.

Há ainda a música Eu sou o São João, de autoria do próprio Del Feliz, juntamente com Fábio Salvador e Ton Oliveira. “Trata-se de um símbolo da nossa campanha para tornar o forró Patrimônio Imaterial da Cultura Brasileira”, conta. Para fortalecer esse movimento, artistas como Elba Ramalho, Flávio José, Tatto (Falamansa), Santanna, Nando Cordel, Ton Oliveira e Alcymar Monteiro gravaram um clipe que evidencia a riqueza cultural, musical, visual e gastronômica dos festejos juninos do Nordeste.

O álbum também conta com as canções Deixa acontecer (Allan Requião e Del feliz) e Da cor do seu olhar (Paulo Góes), além de Além de Pra te ninar (Fábio salvador e Del Feliz) que são canções românticas que nas apresentações do artista pelo mundo, têm conquistado o público, com grande potencial de execução em rádios.

Foto: Divulgação/Ed Machado