Espetáculo que retrata relação pai e filho que vivem na Caatinga está em cartaz até dia 24

TEATRO

Zinho, interpretado pelo ator Marcos de Assis, segue na busca por seu pai, através da Caatinga numa jornada mística, poética e às vezes engraçada revirando suas memórias, encontros e amores. Essa é a história de “A Travessia do Grão Profundo”, espetáculo do diretor teatral baiano Paulo Atto, que está em cartaz em Salvador. A temporada vai até o dia 24, aos sábados e domingos, sempre às 19h, no Teatro Gregório de Mattos (Praça Castro Alves, s/n – Centro).

O grande diferencial da peça é a produção com uma equipe artística de primeira. Os figurinos são de Shicó do Mamulengo, que trabalhou com grupos importantes do teatro brasileiro a exemplo de Galpão e os Clowns de Shakespe. A trilha sonora foi feita com exclusividade por Luciano Salvador Bahia e J. Velloso. Luciano assina a direção musical e a trilha possui composições de Jota Veloso em parceria com ele. Também na trilha sonora há ainda as participações de Celo Costa, Evelin Bucheger, Ângelo Rafael Fonseca e o Coral Ecumênico da Bahia (Coro masculino) e o próprio J. Velloso, que canta o Aboio final.

 

A Travessia do Grão Profundo é uma criação do Centro Internacional Avatar de Artes (CIACEN) Cia Avatar / Núcleo Caatinga, co-produção do Festival de Teatro da Caatinga e conta com o apoio da Fundo Municipal de Cultura de Irecê, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Prefeitura Municipal de Irecê.

 

Serviço

 

A Travessia do Grão Profundo

Data: de 9 a 24.11 – aos sábados e domingos

Horário: 19h

Local: Teatro Gregório de Mattos (Praça Castro Alves, s/n – Centro).

Ingressos: R$ 20,00 inteira / R$ 10,00 meia – à venda na bilheteria do Teatro ou no https://www.sympla.com.br/a-travessia-do-grao-profundo—temporada-salvador__706021