Festival Sabores de Itacaré comemora 15 mil pratos vendidos

DIVERSÃO

Se depender dos números, a VI Edição do Festival Gastronômico Sabores de Itacaré só tem o que festejar. O evento que começou no dia 24 de julho e terminou no dia 28 foi responsável por movimentar mais de 120 mil reais na cidade, com a venda de 15 mil pratos e com mais de 80% de ocupação hoteleira. Ao todo foram42 estabelecimentos, com 50 pratos diferentes, com opções para todos os gostos.

Entre os participantes, chefs renomados foram desafiados a usar a criatividade na elaboração das iguarias que, obrigatoriamente, devem conter ingredientes da agricultura familiar da região.  No Sábado, dia 27, o show de Maria Gadu, levou uma multidão ao palco montado na orla. A degustação dos pratos nos restaurantes continua atéo dia 3 de agosto.

De acordo com o prefeito de Itacaré, António de Anízio, “O festival não está na sexta edição por acaso. O evento mobiliza toda a cidade, gera emprego e renda e atrai cada vez mais turista para a cidade. Agora é comemorar e já pensar na edição de 2020”.

O evento contou com Circuito Gastronômico, Feira Gastronômica, Armazém do Chocolate e produtos regionais, Cozinha Show com chefs convidados, feira da agricultura familiar, feirinha de artesanato e economia criativa e lançamento dos roteiros gastronômicos.

“O festival se consolida pois faz o link do campo à mesa. Aqui você tem um percurso onde há produtos na Feira da Agricultura Familiar, na cozinha show, nas aulas com possibilidades de uso do alimento, e a feira gastronômica, com pratos feitos à base da produção rural. O festival é a identidade da gastronomia da nossa Bahia”, disse o secretário de turismo, Júlio Oliveira.

Thiago Lucas Endringer, integrante da Associação de Pequenos Produtores da Camboinha, do município de Itacaré, destacou a importância do festival e salientou que “aqui temos a oportunidade de apresentar tudo que produzimos de maneira orgânica e o resultado das vendas aqui na Feira é a geração de renda para nossas famílias”. 

A abertura da cozinha show ficou a cargo do Chef Ícaro Rosa (Restaurante Jiló), Clécio Campos (Restaurante Itacarezinho) e chef Marly Catarina (Restaurante Café com Cacau). A sexta-feira, dia 26, participou Faby Ferraz, Chef Lelo & Paulo Pinto (Ecoporan), Pedro Sobral (SENAC) e Henrique Cruz (Brasa Burguer – Salvador), além do beer sommelier Eduardo Carvalho Larangeira ensinou a harmonizar cerveja puro malte.

O sábado ganhou uma cozinha especial. O chef paulista André Otero, que tem no currículo a condecoração de Discipulo de Escofier pelo “respeito a cozinha francesa”, três anos em Paris no Ritz Hotel e embaixada do Brasil esteve no evento. Graduado nas melhores escolas no mundo deixou sua passagem pelos USA nas redes New York Plaza e Hotéis Biltmore Los Angeles e Miami e agora em Itacaré ensinou um pouco do que aprendeu.

O dia também contou com Chef Meirice Rocha (Faculdade Madre Thais), chef Jô (Terra Boa) e o Chef Joaldo Faria (SENAC) que deu receitas de drinks tropicais. No domingo, Frederico Zoppas (Consultor Gastronômico), chef Paulo Melo (Projeto Ecozinha), Chef Damiano Maggiotto & Sub Chef Josivaldo ”Nena” dos Santos (Txai Resort) e Chef Leleco (Restaurante Empório Bahia) fechou a programação com o resgate aos ingredientes locais.

Este ano, entre os restaurantes participantes nomes como Banana´s Café Gourmet, Cabana Corais, Coco Pimenta Gastro Bar, Espaço Brasil Restaurante, Itacaçaí, Itacarezinho Restaurante, Restaurante Sabores da Terra (Hotel Ecoporan), Restaurante Manga Rosa, Restaurante Sabores da Bahia, Txai Resort e Terra Boa Hotel Boutique, com opções que variavam de R$ 7 a R$ 90.

O evento foi uma realização da Prefeitura de Itacaré, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e tem o patrocínio da Secretaria Estadual de Turismo, Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural por meio da CAR Governo da Bahia. O Festival tem o apoio do Sindicato Patronal de Hospedagem e Alimentação de Itacaré, Faculdade Madre Thais, IGA – Instituto Gastronômico das Américas, Ertour, SENAC e da Cervejaria Eisenbahn.