Gilberto Gil, Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz juntos em show

Essa é pra tocar no rádio, Balafon, Aqui e agora, A Raça Humana, e Professor Luminoso, são algumas das canções que Gilberto Gil e Maestro Letieres Leite e a Orkestra Rumpilezz apresentarão na 4ª edição do Show Música e Direitos Humanos. O evento acontece no próximo 14 de abril, no Teatro Castro Alves, a partir das 21 horas. Os ingressos já estão a venda nos www.ingressorapido.com.br, nos postos do SAC e na bilheteria do Teatro (Campo Grande).

Esta é quarta edição do projeto e o início das comemorações pelos 45 anos de fundação da CESE – Coordenadoria Ecumênica de Serviço, entidade baiana que já beneficiou mais de 11 milhões de pessoas de projetos sociais em todo o Brasil. Toda renda do espetáculo será revertida para os projetos sociais que a CESE apoia. O show tem o patrocínio da agência holandesa Wilde Ganzen e da Bahiagás. 

As apresentações de Gil e da Orkestra Rumpilezz vão emocionar o público, ao mostrar o repertório de grandes sucessos que marcaram a carreira do artista aliado à genialidade do compositor e arranjador Letieres Leite, que criou a Rumpillezz em 2006. 

Serviço

 

Show: “Música e Direitos Humanos” – 4ª EDIÇÃO

Gilberto Gil, Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz

Local: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Horário: 21h

Vendas www.ingressorapido.com.br

Postos do SAC e na bilheteria do Teatro

Ingressos de R$ 50,00 a R$ 200,00

Informações: 71 21045457 I www.cese.org.br

Foto: Divulgação

Cerca de 200 mil pessoas curtem primeiro dia do Festival Virada Salvador

Cerca de 200 mil pessoas curtiram a primeira noite de Festival Virada Salvador, nesta quinta-feira (28). A Arena Daniela Mercury ficou repleta de um público completamente diverso, que curtiu atrações como Duas Medidas, Pabllo Vittar, Gilberto Gil, Aviões, Gusttavo Lima e Harmonia do Samba num clima de tranquilidade.

Com 55 mil m² de área, são esperadas 700 mil no dia da virada, próximo domingo (31). A organização conta com 2,3 mil servidores e colaboradores da Prefeitura e reúne serviços como trânsito, transporte, saúde, proteção ao patrimônio público, ordenamento do comércio ambulante, fiscalização de publicidade e limpeza, dentre outros.

Fotos: Reprodução/Instagram-Saltur

Gilberto Gil embalou show do Festival Virada Salvador com clássicos da carreira

Um choque de divindades. Gil e sua música. E nada melhor do que “Palco” para dar o tom da noite, com régua e compasso, à la Gilberto Gil. Vocais em dia, cordas, percussão e metais harmonizando com a música do mestre baiano. Um desafio: que apareça uma criança, adolescente, adulto ou idoso que não cante ao menos uma frase do repertório.
“Estou representando a velha guarda, e é muito importante nesse momento de mudança, de virada de ano”, disse o compositor antes de começar a cantar “A Novidade”, e seu retrato fiel de um Brasil que avança em círculos. Lá estavam, de lados opostos: o poeta e o esfomeado, como na canção, dividindo o mesmo espaço, em êxtase.

Veio então, com o público dividindo a letra e as emoções, uma sequência de sucessos, ora de Gil, ora de outros, mas que já pertencem ao baiano por ser seu porta-bandeira há décadas, como Is this love (Marley), Woman no Cry (Marley) – cuja versão de Gil em nada deve ao clássico do reggae. E houve espaço ainda para Tempo Rei, Luxo Só (Ary Barroso), fazendo toda a arena sambar.
Com Chiclete com Banana, de Jackson do Pandeiro, Gil embalou a massa avisando que ia desmistificar a relação entre música e idade. E deu sua mensagem para o novo ano: “quando cheguei aqui, mais cedo, um repórter me perguntou qual musica minha poderia representar nosso atual momento. Eu pensei um pouco, refleti, e respondi que, sem dúvida, seria esta canção, e iniciou o dedilhado calmo de “A Paz”, dele e do pianista acriano João Donato.
Fotos: Jefferson Peixoto/Secom

Divulgada as atrações que vão agitar o Réveillon 2018 “Festival da Virada Salvador”

O Réveillon de Salvador promete ser o melhor do Brasil. Todos os detalhes foram apresentados pelo prefeito ACM Neto em coletiva realizada na manhã desta terça-feira (5), no Hotel Golden Tulip, Rio Vermelho. Também estiveram presentes o secretário de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, e o presidente da Saltur, Isaac Edington.

O endereço da festa agora será a Orla da Boca do Rio, de frente para o mar, em uma área privilegiada ao lado do Parque do Ventos. Esse novo espaço de eventos receberá o nome de Arena Cidade da Música.

Os shows no palco principal da Arena Cidade da Música começam às 18h da quinta-feira (28/12) e mantêm o mesmo horário de início até o domingo (31/12). Na segunda-feira (1° de janeiro), último dia de festa, a música será embalada a partir das 16h.

ATRAÇÕES: Gilberto Gil, Skank, Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Matheus e Kauan, Luan Santana, Danniel Vieira, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Cláudia Leite, Margareth Menezes, Harmonia do Samba, Léo Santana,Psirico, Bell Marques,Duas Medidas,Rafa e Pipo,Aviões, Wesley Safadão,Solange Almeida, além de um dos ícones da música eletrônica da atualidade Alok.  E na hora da virada, o público poderá acompanhar um espetáculo piro musical de 15 minutos que vai iluminar a orla de Salvador. Quem fará o show da virada será Ivete Sangalo.

Foto: Reprodução