Uber lança campanha de doação de valores extras para projetos sociais

NEGÓCIO

Entre os dias 6 e 31 de dezembro, a Uber transformará todos os valores extras que forem pagos por usuários aos motoristas parceiros de Salvador em um gesto de boa ação com ainda mais impacto, doando a mesma quantia para projetos sociais.

pagamento extra foi lançado pela Uber em junho, como uma forma prática do usuário agradecer e reconhecer o motorista parceiro por um bom atendimento. Ao fim de cada viagem paga com meios digitais (como cartões ou créditos Uber), a opção para dar um extra aparece no aplicativo na forma de valores sugeridos ou em um campo para inserir um valor diferente.

Agora, até o fim do mês de dezembro, esse pagamento também vai se transformar numa maneira diferente de ajudar. A mecânica funciona da seguinte maneira: sempre que o usuário der um valor extra para um motorista parceiro, a mesma quantia vai ser doada pela Uber para projetos sociais selecionados.

A doação aos projetos sociais será feita diretamente pela Uber e não vai interferir no valor da viagem ou em quanto o motorista recebeu de extra.

A iniciativa faz parte das ações de responsabilidade social da Uber com recursos incentivados, mediante aprovação dos projetos em leis federais ou municipais para receberem recursos.

Os projetos sociais que receberão as doações, em igual quantidade neste ano e em 2019, estão dentro dos temas Mobilidade Urbana, Segurança e Oportunidades Econômicas :

 

  • Pracatum Inglês: fundado pelo músico Carlinhos Brown, o projeto oferece cursos de inglês para 120 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade socioeconômica na comunidade do Candeal de Brotas, em Salvador, como ferramenta de comunicação e inclusão social.

 

  • Cidade Amiga do Idoso: com intuito de promover o envelhecimento saudável, o projeto estimula a criação de vínculos intergeracionais por meio de games e a inclusão digital de idosos em Fortaleza.

 

  • Teatro de Fantoches: realizado pelo Grupo Primavera, o projeto consiste em oficinas itinerantes para crianças de escolas públicas no interior de São Paulo promovendo, de forma lúdica, a conscientização e a importância da educação no trânsito.

 

  • Multiplicadores por Formação: curso on-line desenvolvido pela ONG Criança Segura para sensibilizar, formar e empoderar profissionais da área de educação de São Paulo que atuam na orientação de crianças e adolescentes de até 14 anos sobre medidas que podem ser adotadas para prevenção de acidentes.

 

  • Justiça Restaurativa: articulação e disseminação da cultura da paz e não violência junto às crianças, adolescentes e assistentes sociais da comunidade de Heliópolis, em São Paulo. Este é um dos 50 projetos realizados pela UNAS, beneficiando mais de 12 mil pessoas na região.  

 

  • Novas Trilhas: programa de reinserção social para jovens vindos de casas de acolhimento em Belo Horizonte e região, buscando compreender seus talentos, além de oferecer treinamento, capacitação e apoio para inserção no mercado de trabalho.

 

  • Navegando com a Terceira Idade: busca a inclusão digital de idosos considerando a ampliação de sua rede de contatos, melhora na qualidade de vida e desenvolvimento de habilidades para o trabalho por meio de comunicação criativa, capaz de ajudar a rever a condição cidadã do idoso, minimizando seu isolamento social.

 

  • Pedal em Sampa e Circuito Pedala: Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro receberão esses três grandes eventos convidando crianças, jovens e adultos a pedalarem juntos, além de promover a convivência saudável entre carros e bikes nas grandes cidades.

 

  • Semente do Amanhã: Realizado na comunidade de Bangu, no Rio, o projeto oferece oficinas de inclusão digitalpara 200 crianças e jovens em situação de risco social.